Páginas

7.4.16

don't forget to smile.

Comecei a ver uma série nova, Jessica Jones. É aquele tipo de série que, noutras circunstâncias, assim que visse uma pinga de sangue iria abandonar logo dada a pessoa fraca e sensível em que me tornei. Vi o primeiro episódio, suspendi a respiração por várias vezes e dei por mim a desejar ver o segundo episódio logo de seguida. Vi-o. A seguir vou ver o terceiro. Fiz esta pausa para escrever aqui que estou a sentir a mesma adrenalina em mim que senti quando era criança, livre de ansiedades e depressões, quando era irreverente ao ponto de quase ter caído de um abismo se o meu primo não me tivesse segurado a perna no exacto momento em que eu ia cair. Dou por mim a admirar a pessoa que fui em tempos, a coragem com que enfrentava inimigos imagináveis, a desafiar as leis da gravidade e a sentir o êxtase dos constantes rasgões que fazia na pele. Dou por mim a ter saudades de ser a minha própria heroína. 

Sem comentários: