Páginas

19.11.15

I love this place, but it's haunted, without you...

tento camuflar a dor com sorrisos forçados, sarcasmos ditos da boca para fora ignorando o sofrimento interior. é como passar corrector por uma palavra mal escrita, acentuando a cicatriz da parte de trás, conferindo-lhe ainda maior valor e significado, mas ausente de acção. tento convencer-me que o tempo irá desgastar o papel em que foi escrita, mas hoje choro. sou fraca. não consigo ultrapassar a tua ausência mesmo sabendo que tu estás feliz como se eu, sim, nunca tivesse existido em ti. questiono-me se terás sequer a curiosidade de passar por aqui e ler estas palavras. fazes-me falta, tanta, tanta... sou fraca. só quero acabar com tudo, sair desta cidade e fingir que nada aconteceu, porque não consigo suportar que simplesmente não quiseste mais saber de mim, que se calhar nunca quiseste e eu, eu dei tanto de mim, tanto que tu sabias que nunca tinha dado a ninguém, tanto que nada importou para ti. só me apetece desistir de mim, como tu fizeste...

Sem comentários: