Páginas

14.10.15

last night I dreamt about you and fell out of bed twice.

É mera ilusão. O corpo contorce-se apenas com o cenário idílico criado por uma mente sedenta de vontade. A respiração torna-se irregular e acelerada tentando acompanhar os batimentos cardíacos mais estimulados que nunca. És tu. Sinto o teu sabor e sei que jamais sentirei algo tão viciante e diferente. O suor desliza com cautela e receio. Arrepios surgem do meu epicentro. És tu. Vou-me revirando e envolvendo neste escudo protector que roça timidamente a pele. Sorrisos abafados despoletam ao sentir o sangue efervescer. Os olhos permanecem calados ao escutar a história que o inconsciente adormecido conta. Uma história de sinestesias, emoções misturadas num fascinante momento. És tu. O tempo foge e leva com ele a sensação que eu quero tornar infinita. A aurora teima em me roubar o sonho, aquele de que não quero acordar. Pelo menos, enquanto se tratar de um mero sonho. És tu. Fica.


Sem comentários: