Páginas

21.7.15

don't forget me


14.7.15

wHere

Deixei-me planar pela imensidão da água, imersa em pensamentos vazios de conteúdo, com o céu nos olhos. Inspiro e expiro, sinto o ar a percorrer o meu interior, consigo ouvir a sua caminhada, sai e entra como quem busca algo que teima em desaparecer assim que chega ao fim do percurso. Deixei de existir por instantes, já nem um corpo sou, de tão leve que me sinto. Desfaço-me em ilusões e perco toda a unidade que me consumia outrora. Recai em ti essa responsabilidade, surges no azul eterno e crias cenários repletos de sentidos contraditórios, tu e eu, opostos mas juntos. Sinto-me a afundar na realidade que inunda a fragilidade do inconsciente, como uma onda que vem devagarinho e devolve a forma original à areia. Assim, recupero o fôlego e retorno à banalidade. Estou aqui.

13.7.15

to remember:

If we die we'll die, but first we'll live.
- Ygritte, Game of Thrones

1.7.15

precisa-se urgentemente:

motivação, optimismo, concentração, vontade...